Pular para o conteúdo principal

Flip anuncia data de sua 21ª edição

 Festa Literária Internacional de Paraty será realizada de 22 a 26 de novembro de 2023

Foto: Divulgação

A Flip - Festa Literária Internacional de Paraty confirmou as datas da edição de 2023: será celebrada de 22 a 26 de novembro.


A volta da Flip às ruas e praças de Paraty, em 2022, depois de duas edições virtuais, foi recebida com entusiasmo pelo público. Moradores e visitantes lotaram os auditórios do Programa Principal e outros espaços ocupados por uma programação diversa e gratuita. Nas transmissões das mesas, disponíveis em seu canal oficial no YouTube, é possível ouvir os aplausos de uma plateia vibrante: a Flip voltou em grande forma.

Terminada a festa, já em dezembro, a nova data passou a ser aguardada, com perguntas frequentes sobre sua realização no tradicional mês de julho. "Sabemos que existe uma expectativa de que a Festa retorne a ocupar as férias de inverno, época que era tida como baixa temporada pelos moradores de Paraty, razão pela qual fixamos esse período desde a nossa primeira experiência", observa Mauro Munhoz, diretor artístico da Festa. "Com a normalização das regras para o fomento cultural e outras políticas públicas para o setor, temos a perspectiva de retomar um plano plurianual para trabalhar nas edições subsequentes e atender a essa demanda", complementa.

Este ano, a organização da Festa criou o Flip-se Hospitalidade, um canal de engajamento ao público interessado em participar da Flip. Por meio do e-mail hospitalidade@flip.org.br, as pessoas podem tirar suas dúvidas e receber informações em primeira mão sobre datas, hospedagem, ingressos e outras experiências oferecidas pela Flip.


SOBRE A FLIP

Desde sua primeira edição, em 2003, a Flip, que foi reconhecida como  Patrimônio Histórico Cultural e Imaterial do Estado do Rio de Janeiro, é uma experiência única: os encontros promovidos nos cinco dias de Festa são apenas parte de uma manifestação cultural muito mais ampla.  São, na verdade, fruto de uma relação que atravessa as ruas da cidade de Paraty em todos os meses do ano. A cada ano, um projeto artístico, arquitetônico e urbanístico é elaborado para promover um novo encontro com o território do qual emerge. A literatura é ferramenta para criar pontes entre diversas formas de arte e conhecimento.


Pela Flip já passaram autores das mais variadas origens, tendências e linguagens. Entre os nomes internacionais de destaque estão Svetlana Alexijevich, Toni Morrison, J. M. Coetzee, Teresa Cárdenas, Salman Rushdie, Anne Enright, Jonathan Safran Foer, Nadine Gordimer, Karl Ove Knausgård, Ian McEwan, Chimamanda Ngozi Adichie, Amós Oz, Paul B. Preciado e, mais recentemente, Annie Ernaux.


21ª Flip - Festa Literária Internacional de Paraty 

Data: 22 a 26 de novembro de 2023 

hospitalidade@flip.org.br

www.flip.org.br 

@flip_se

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cacau Novaes entrevista Nego Jhá: 'Vem pro cabaré'

Nêgo Jhá é uma banda do interior da Bahia, da cidade de Iguaí, situada no Centro Sul do estado, criada em janeiro de 2018, por Guilherme Santana e Gabriel Almeida, através de u ma simples brincadeira entre amigos, que resultou em um trabalho profissional.  A banda já contabiliza mais de 30 milhões de visualizações no YouTube com suas músicas, entre elas, destaca-se “Cabaré”, música de trabalho gravada por artistas famosos, que compartilharam vídeos, que viralizaram na internet, ouvindo e dançando o hit do momento em todo o Brasil. Até no BBB21 da Rede Globo já tocou a música dos garotos. Foto: Divulgação Confira abaixo a entrevista com os integrantes da Nego Jhá: Cacau Novaes - Como surgiu a ideia de criar Nego Jhá? Como tudo começou?  Nego Jhá -  Através de uma brincadeira entre mim, Guilherme, e meu amigo Gabriel, que toca teclado.  No início não tínhamos em mente de que isso se tornaria algo profissional, pensamos apenas em gravar por diversão e resenha. Cacau Novaes -  É uma dupl

Festival em Morro de São Paulo terá shows de Luiz Caldas, Jau, Cheiro de Amor, entre outras atrações

Após o Carnaval, Morro de São Paulo, Bahia, realiza, entre os dias 15 e 17 de fevereiro, a 7ª edição do Festival de Morro de São Paulo, reunindo grandes atrações para quem quer curtir um dos melhores destinos turísticos do verão brasileiro. Foto: Reprodução Artistas como Luiz Caldas, Jau, Filhos de Jorge, Afrocidade, Cheiro de Amor, Negra Cor e Batifun passarão pelo palco montado na Segunda Praia. De acordo com a organização do evento, será “Um festival comprometido em tornar este evento ainda mais ecologicamente responsável através da neutralização de carbono. Este não é apenas um festival, é uma vibração consciente e inesquecível para fechar o Verão com chave de ouro”.

Morro de São Paulo recebeu artistas e turistas em festival neste fim de semana

Durante o fim de semana, de quinta (15) a sábado (17), Morro de São Paulo realizou a 7ª edição do seu festival em um dos destinos mais procurados por turistas do Brasil e de outros países. Vina Calmon - Cheiro de Amor - Foto: Cacau Novaes O evento aconteceu na Segunda Praia, de forma gratuita, e contou com shows de diversos artistas. No primeiro dia do evento (15), passaram pelo palco Dayane Félix, Afrocidade e Cheiro de Amor. Já na sexta-feira (16), os shows foram de Batifun, Negra Cor e Jau. No último dia (17), somente Degê conseguiu se apresentar, devido às fortes chuvas que caíram na ilha, sendo cancelada a programação, que ainda tinha em sua grade os shows de Luiz Caldas e Filhos de Jorge. Jau - Foto: Divulgação Mesmo com esse imprevisto, o Festival de Morro de São Paulo foi um sucesso, com a presença de um grande público, que também curtiu os atrativos naturais da ilha. Adelmo Casé - Negra Cor - Foto: Divulgação Confiram mais vídeos no Instagram de Cacau Novaes : Ver es

Festival de Morro de São Paulo suspende programação deste sábado (17)

Devido às fortes chuvas que atingem Morro de São Paulo na noite deste sábado (17), o Festival de Morro de São Paulo anunciou a suspensão da programação do dia, visando garantir a segurança do público. Com isso, as apresentações de Luiz Caldas e Filhos de Jorge foram canceladas. Os dias anteriores foram marcados pelo público lotando a Segunda Praia para os shows de Dayane Felix, Afrocidade, Cheiro de Amor, Batifum, Negra Cor e Jau. Hoje, o cantor Degê, fez o show de abertura da noite, antes da suspensão.

Avisa lá: Hoje é aniversário do Olodum

“Avisa lá, que eu vou chegar mais tarde. Oh yeah!Vou me juntar ao Olodum. Que é da AlegriaÉ denominado de vulcão. O estampido ecoouOs quatros cantos do mundo. Em menos de um minuto. Em segundos” Sim, hoje é aniversário do Olodum. São 41 anos de muita luta, trabalho, resistência e criatividade em defesa da igualdade e da cultura na Bahia. Minhas homenagens este ano, vão para o coração do Olodum, que se algum dia parar de bater, o Olodum desaparece, pois é neste espaço onde o vigor e o talento se juntam para compartilhar consciência, alegria e cidadania.  Foto: Divulgação Falo da Banda Reggae Olodum, também conhecida como o Exército do Samba Reggae. Por lá, nesses 41 anos de existência, passaram centenas de percussionistas, dezenas de cantores, bailarinos e Mestres.   É a Banda Olodum que arrasta multidões pelo mundo afora.  É a Banda Olodum com sua batida inconfundível que amplifica nossas dores, nossos amores, nossas vozes, nas vozes dos cantores. Por isto afirmamos com tan