Pular para o conteúdo principal

Carlinhos Brown, Margareth Menezes e Charles Theone se unem em novo single 'Madalena Abençoar'

 

Com composição de Charles Theone e Roberto Chaves, canção inspirada no Axé Music, reúne vozes brasileiras no hino Lavage de la Madaleine

Foto: Divulgação

Em comemoração aos 20 anos da maior festa cultural da Europa, o cantor e compositor pernambucano Charles Theone compôs um hino para a Lavage de La Madeleine em parceria com Roberto Chaves. O single ‘Madalena Abençoar’ traz o balanço, a sensualidade e toda alegria do Axé Music, unindo vozes marcantes para o ritmo baiano.

Além de Roberto Chaves - idealizador da Lavage de La Madeleine - e Carlinhos Brown, ‘Madalena Abençoar’ conta com a participação de Margareth Menezes, Márcia Freire, Tonho Matéria e Jau. A conexão entre Recife, Bahia e Paris destaca a tropicalidade musical que vem colorindo o mundo através das novas composições de Charles Theone.

“Essa música nasceu junto com a Lavage de La Madeleine e se desenvolveu a cada edição do festival. Estou muito feliz com esse novo momento e venho trabalhando bastante  em novas composições e projetos. Depois de tanto tempo, Madalena Abençoar vai ser lançada na voz desses grandes artistas”, celebra o cantor e compositor. 

Charles relembra que estava em turnê pela Europa, ainda como o cantor do Maracatu Nação Pernambuco nos anos 2000, e de como Roberto Chaves lhe contou sobre a ideia de fazer a Lavage de La Madeleine. O cantor destaca a felicidade em ver, durante a primeira edição do cortejo, na Sacre Coeur, pelas ruas de Montmartre, o nascimento de ‘Madalena Abençoar’.

“Lembro como se fosse hoje quando nasceu a música Madalena Abençoar, foi lindo e emocionante ouvir em cima do trio elétrico o povo cantar o refrão ‘Vem pra cá pra ver Madalena Abençoar’. Fizemos o chão tremer nas ruas históricas de Paris ao som do trio elétrico com muito swing do Axé ao Maracatu, do Frevo ao Samba-Reggae”, relembra saudoso. 

O single ‘Madalena Abençoar’ ainda não tem data de lançamento, mas o compositor Charles Theone adianta que a música estará disponível em todas as plataformas digitais. E aproveita para convidar baianos, parisiense, pernambucanos, todos e todas para ouvir, sentir e ver as bênçãos de Madalena. “É uma canção para todos, ela é plural, feliz e livre”, conclui.

SOBRE O ARTISTA

Nascido em Inajá-PE, sertão do Moxotó, Charles iniciou sua trajetória artística desde muito cedo, com a convivência entre os vaqueiros, aboiadores, bandas de pife, festejos de novenas e dos Santos Padroeiros. Aos 13 anos começou a cantar na Banda da Cidade, Clave de Sol.

Com longa trajetória artística, o cantor ganhou destaque, sendo então convidado para assumir a voz principal do Maracatu Nação Pernambuco, juntos fizeram apresentações em mais de 80 cidades na Europa.

Com a música “Forró Colorido”, Charles conquistou o prêmio de melhor show do 38º Festival Janeiro de Grandes Espetáculos (Recife, PE) e título de Embaixador Cultural concedido pela Prefeitura de Inajá-PE e Câmara de Vereadores. Este ano, está sendo homenageado pelos arquitetos e designers Thina Cunha, Conceição Lêdo, Ilka Rosas e Paulo Azul na Espectro Cores Vitrines - uma mostra de Arquitetura, Decoração, Moda, Design, Música e Arte de Pernambuco.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cacau Novaes entrevista Nego Jhá: 'Vem pro cabaré'

Nêgo Jhá é uma banda do interior da Bahia, da cidade de Iguaí, situada no Centro Sul do estado, criada em janeiro de 2018, por Guilherme Santana e Gabriel Almeida, através de u ma simples brincadeira entre amigos, que resultou em um trabalho profissional.  A banda já contabiliza mais de 30 milhões de visualizações no YouTube com suas músicas, entre elas, destaca-se “Cabaré”, música de trabalho gravada por artistas famosos, que compartilharam vídeos, que viralizaram na internet, ouvindo e dançando o hit do momento em todo o Brasil. Até no BBB21 da Rede Globo já tocou a música dos garotos. Foto: Divulgação Confira abaixo a entrevista com os integrantes da Nego Jhá: Cacau Novaes - Como surgiu a ideia de criar Nego Jhá? Como tudo começou?  Nego Jhá -  Através de uma brincadeira entre mim, Guilherme, e meu amigo Gabriel, que toca teclado.  No início não tínhamos em mente de que isso se tornaria algo profissional, pensamos apenas em gravar por diversão e resenha. Cacau Novaes -  É uma dupl

Festival em Morro de São Paulo terá shows de Luiz Caldas, Jau, Cheiro de Amor, entre outras atrações

Após o Carnaval, Morro de São Paulo, Bahia, realiza, entre os dias 15 e 17 de fevereiro, a 7ª edição do Festival de Morro de São Paulo, reunindo grandes atrações para quem quer curtir um dos melhores destinos turísticos do verão brasileiro. Foto: Reprodução Artistas como Luiz Caldas, Jau, Filhos de Jorge, Afrocidade, Cheiro de Amor, Negra Cor e Batifun passarão pelo palco montado na Segunda Praia. De acordo com a organização do evento, será “Um festival comprometido em tornar este evento ainda mais ecologicamente responsável através da neutralização de carbono. Este não é apenas um festival, é uma vibração consciente e inesquecível para fechar o Verão com chave de ouro”.

Morro de São Paulo recebeu artistas e turistas em festival neste fim de semana

Durante o fim de semana, de quinta (15) a sábado (17), Morro de São Paulo realizou a 7ª edição do seu festival em um dos destinos mais procurados por turistas do Brasil e de outros países. Vina Calmon - Cheiro de Amor - Foto: Cacau Novaes O evento aconteceu na Segunda Praia, de forma gratuita, e contou com shows de diversos artistas. No primeiro dia do evento (15), passaram pelo palco Dayane Félix, Afrocidade e Cheiro de Amor. Já na sexta-feira (16), os shows foram de Batifun, Negra Cor e Jau. No último dia (17), somente Degê conseguiu se apresentar, devido às fortes chuvas que caíram na ilha, sendo cancelada a programação, que ainda tinha em sua grade os shows de Luiz Caldas e Filhos de Jorge. Jau - Foto: Divulgação Mesmo com esse imprevisto, o Festival de Morro de São Paulo foi um sucesso, com a presença de um grande público, que também curtiu os atrativos naturais da ilha. Adelmo Casé - Negra Cor - Foto: Divulgação Confiram mais vídeos no Instagram de Cacau Novaes : Ver es

Festival de Morro de São Paulo suspende programação deste sábado (17)

Devido às fortes chuvas que atingem Morro de São Paulo na noite deste sábado (17), o Festival de Morro de São Paulo anunciou a suspensão da programação do dia, visando garantir a segurança do público. Com isso, as apresentações de Luiz Caldas e Filhos de Jorge foram canceladas. Os dias anteriores foram marcados pelo público lotando a Segunda Praia para os shows de Dayane Felix, Afrocidade, Cheiro de Amor, Batifum, Negra Cor e Jau. Hoje, o cantor Degê, fez o show de abertura da noite, antes da suspensão.

Depois de participar da Flita, Cacau Novaes é presença confirmada na Flisba

Depois de participar da Flita - Festa Literária de Aratuípe, que ocorreu no último fim de semana (24 a 26/11), o poeta e escritor José Carlos Assunção Novaes, mais conhecido pelo nome artístico de Cacau Novaes, é presença confirmada na Flisba - Festa Literária do Sul, neste fim de semana 1º e 2 de dezembro. O escritor tem passado por diversas festas literárias, a exemplo de: Flipelô - Festa Literária Internacional do Pelourinho; Flipf - Festa Literária Internacional de Praia do Forte; Flilençóis - Festa Literária Internacional de Lençóis; Flica - Festa Literária Internacional de Cachoeira, Flita - Festa Literária de Aratuípe; e, agora, na Flisba - Festival Literário Sul Bahia. No Flisba, o autor lança o seu romance Marádida, participa do Sofá em Prosa e é um dos jurados do Slam Magnus Vieria, em homenagem ao saudoso artista iguaiense. Já no sábado, dia 02/12, às 16h, Cacau Novaes participa do Festival de Contação de Histórias do Coletivo Ser de Arte, com o seu livro infanto-juvenil &qu