Cacau Novaes lança livros nesta sexta-feira (17) em Iguaí

O professor, poeta e escritor José Carlos Assunção Novaes (Cacau Novaes) lança na próxima sexta-feira (17), às 18h, os livros "O Sujeito Nulo no Português Popular da Bahia" e "Xande e o Sapo Romualdo", em sua terra natal, a cidade de Iguaí, situada no Sudoeste da Bahia.


O evento ocorrerá na sede da Biblioteca Municipal Professora Eulina Assunção Novaes e também na Praça Juracy Magalhães, onde acontecerá uma programação cultural com apresentações de grupos do SCFC e da Acão Social do município e shows com Braulito Novaes e Héberton Costa, além de um bate papo com o escritor e uma sessão de autógrafos.


O livro "O Sujeito Nulo no Português Popular da Bahia" é o resultado de uma pesquisa do autor realizada durante o período em que cursava mestrado na Universidade Federal da Bahia.

Já "Xande e o Sapo Romualdo" é o primeiro livro infantil de Cacau Novaes e foi lançando virtualmente, devido à pandemia do coronavírus, em julho deste ano. Sendo assim, o escritor está aproveitando o momento para lançá-lo presencialmente.


O lançamento dos livros e toda a programação está sendo organizada pela diretoria da Biblioteca Pública Municipal, diretoria de Cultura e Secretaria de Educação de Iguaí.

Sobre o autor

José Carlos Assunção Novaes (Cacau Novaes) é autor de: Marádida (Selo Letras da Bahia, 2002; Editora Buriti, 2017); Os poetas estão vivos (Editora Mondrongo, 2015); As Sandálias (Editora Mondrongo, 2016); Você não sabe do que é capaz (Editora Penalux, 2017); Xande e o Sapo Romualdo (Editora Penalux, 2021); O Sujeito Nulo no Português da Bahia (Paco Editorial, 2021). Participou também de várias antologias de poesias e contos no Brasil, Portugal, Colômbia e Argentina. Tem textos publicados nas revistas Iararana nº 6 (2001), Bahia Beat (2018), Eclética (Colômbia, 2019), La Joven Parca (Colômbia, 2020), Voces Insurgentes (Argentina, 2021). Doutorando em Língua e Cultura, Mestre em Letras, Especialista em Língua Portuguesa, Língua Portuguesa com Ênfase em Produção Textual e Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa, Licenciado em Letras Vernáculas. É membro correspondente da Academia de Letras de Goiás (ALG), da Academia de Artes Ciências e Letras de Vitória (ACLAV) e do Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Portugal (NALAP). Recebeu diversas premiações, dentre elas: Troféu Castro Alves de Poesia Falada (Câmara de Vereadores de Salvador, 2005); Prêmio Romaria (EDC/Fundação Luiz Ademir/UNI-American, 2007); Prêmio Leonardo (Instituto de Cultura Brasil Itália Europa, Salvador, 2015); Troféu Cora Coralina, (Academia de Letras de Goiás, 2016); Prêmio Nordeste de Literatura (Literarte, 2016) Troféu Machado de Assis (Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Lisboa, 2017), Medalha Nelson Mandela (Literarte / ALMAS, 2019). Sua biografia está no Dicionário de Autores Baianos publicado, em 2006, pela Secretaria de Cultura e Turismo do Estado da Bahia. É Cônsul do Parlamento Internacional de Escritores de Cartagena (Colômbia), membro do Conselho Editorial da Revista Ecléctica (Colômbia), idealizador e curador do Nosso Sarau, evento realizado na biblioteca do Goethe-Institut Salvador e que, durante a pandemia, aconteceu em edições virtuais e internacionais. Foi membro do Conselho Municipal de Política Cultural de Salvador (2017-2019) e é membro do Conselho Estadual de Cultura da Bahia. É coordenador territorial da Antologia Bardos Baianos Território Médio Sudoeste da Bahia (Cogito Editora), a ser lançada no próximo ano.

Comentários

Posts mais visitados

Ticomia recomeça dia 25 como a maior explosão de alegria do São João da Bahia

Pedal da Independência: Todas as trilhas levam à Terra das Cachoeiras

Cacau Novaes lança livros na Biblioteca Municipal de Iguaí nesta sexta (22)

Cantor e compositor Lukinhas apresenta música 3 Sorrisos no Spotify e já prepara novo lançamento para julho

Noite Cultural com lançamento de livros de Cacau Novaes movimenta o inverno em Iguaí