Portuário Atelier Editoral lança livros em live nesta quinta (21)

Depois de um 2020 de desafios e ressignificações, o novo ano nos traz esperança para regeneração dos sonhos. Inaugurando os lançamentos de 2021 com renovação e poesias colhidas em cais trans-nacional, africano e americano, a Portuário Atelier Editorial convida todes para a nossa primeira Live com os autores das obras poéticas integrantes da Coleção Passeio Interior.

Composta por quatro títulos: Batismo à Ordem da Verdade, de João Vanderlei de Moraes Filho; Mundo Blue (ou o poema em quarentena), de Pedro pereira Lopes; Sacrificiais, de Rómulo Bustos Aguirre, com tradução de Wladimir Cazé; Privações, de Rony Bonn; a coleção dialoga/transita entre a Cartagena de Indias – Colômbia, Maputo, Moçambique e Cachoeira, no Recôncavo da Bahia.

De Cachoeira, cidade histórica, heroica e Monumento Nacional, a escrita dos autores João Vanderlei de Moraes Filho e Rony Bonn. Em Cartagena, Nuestra América, encontramos o poeta Rômulo Bustos Aguirre, uma das principais vozes da poesia colombiana contemporânea. A navegação, ancora em portos africanos com o poeta moçambicano Pedro Pereira Lopes, que encerra no Recôncavo sua trilogia com Mundo Blue – poemas em quarentena.

Tendo a poesia como agente alterador de paisagens e contextos, o lançamento dos livros acontecerá em formato virtual na página da Portuário Atelier Editorial, no Instagram.

Com leituras de trechos da obra com os autores, o capista Suzart e o tradutor Wladimir Cazé, a literatura, livro e leitura, arte e cultura, mercado e escrita criativa, ganham forma em um bate-papo dinâmico entre 15h e 19h.

Participe, bote poesia na sua vida...

O que: Lançamento Coleção Passeio Interior
Quando: 21 de janeiro 2021 (quinta-feira)
Horário: Das 15h às 19h
Onde: Instagram @portuario.atelier.editorial
Valor: R$ 45,00 / 65,00 (Frete Grátis)

Comentários

Posts mais visitados

Cacau Novaes entrevista Nego Jhá: 'Vem pro cabaré'

O perigo das Fake News para a sociedade e o impacto às pessoas e instituições

Os morcegos estão comendo os mamãos maduros, de Gramiro de Matos

Sérgio Mattos: Bernardo Rabello, nova aposta da moda nacional

Manifesto dos Escritores, Artistas, Cientistas, Jornalistas, Professores e Pensadores Baianos pela Democracia