Pular para o conteúdo principal

Baixas temperaturas x Comércio aquecido: vendas em Conquista aumentam com a aproximação do Festival de Inverno Bahia

 A cidade de Vitória da Conquista já está em contagem regressiva para a realização da 17ª edição do Festival de Inverno Bahia (FIB) e as temperaturas têm feito jus ao frio esperado para este período.  

Foto: Divulgação / Ascom PMVC

A estação mais gelada do ano aumentou a demanda por itens como luvas, gorros, cachecóis e blusões, impulsionando o setor varejista a atender às necessidades dos consumidores. Além do clima frio visto nas últimas semanas, que vem registrando mínimas entre de 8,5 a 12 graus, o FIB tem desempenhado um papel crucial no aquecimento da economia local, atraindo uma grande quantidade de turistas e visitantes para a cidade, gerando uma demanda adicional neste período do ano.


Os comerciantes aproveitam essa oportunidade para oferecer produtos exclusivos e diversificados, atendendo às expectativas dos participantes do evento. De acordo com Ricardo Alves, gerente do Aeroporto Glauber Rocha, de Vitória da Conquista, o preparo de recebimento dos turistas por meio aéreo já começou há alguns meses: "O aeroporto Glauber Rocha se dispõe a ser porta de entrada para quem deseja desfrutar do tão aguardado Festival de Inverno da Bahia. Entre os dias 24 e 27 de agosto, esperamos cerca de 6.200 passageiros entre embarques e desembarques. Durante o período, a previsão é de 22 voos regulares da Azul, da LATAM e da GOL para Salvador (BA), Confins (MG) e Guarulhos (SP). Nossas equipes estão preparadas para promover experiências de viagem seguras e confortáveis para todos os clientes”, afirma.  


O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Vitória da Conquista, Márcio Pedro da Costa, conta que a estimativa de vendas para este período é, em média, 15% maior, mas a previsão pode ser superada com a realização do FIB. “O Festival de Inverno já faz parte do calendário comercial do mês de agosto, em Vitória da Conquista. Os lojistas, principalmente dos setores de vestuário, calçados, acessórios, cosméticos, preparam, com grande expectativa, os estoques direcionados ao evento”.


Reforçando as análises feitas pela CDL, os empresários têm reconhecido a importância do FIB para a economia da cidade. Marcela Bomfim, Gerente de Venda Direta da franquia O Boticário, tem notado diretamente o resultado do festival dentro do seu negócio. "Vemos, nessa época, o aumento na procura por produtos de beleza, maquiagens, perfumes e outros produtos ou serviços, de forma geral. É um festival que tem a cara de Conquista, do frio, da alegria e que aquece nossas vendas durante o mês de agosto”.   


Virada


E para quem ainda quer comprar ingresso pelo valor atual, é bom se adiantar. A quinta virada de lote é neste sábado (12). Os ingressos estão sendo vendidos em Salvador, Vitória da Conquista, Poções e também na plataforma Sympla.   

  

A produção do Festival de Inverno Bahia é assinada pela Bahia Eventos, empresa de entretenimento da Rede Bahia, em parceria com a TV Sudoeste. 



SERVIÇO  

Festival de Inverno Bahia 2023  

Quando: 25 a 27/08/2023  

Onde: Parque de Exposições Teopompo de Almeida - Vitória da Conquista (Ba)  

Classificação: 16 anos  

Abertura dos portões: 25 e 26 de agosto 19h, 27 de agosto 18h  

Meia-entrada: Além de estudantes, outros segmentos têm direito à meia-entrada, segundo a lei 12.933/2013. Em ambos os casos, é obrigatória a apresentação de documentos comprobatórios. Mais informações, acesse https://bileto.sympla.com.br/meia-entrada/bahia.html  

 

Vendas:  

Plataforma Sympla e nos seguintes pontos fixos: 

  • Vitória da Conquista: Boulevard Shopping (loja Raphaella Booz), Central de Ingressos (Shopping Conquista Sul e Galeria Panvicon), Banca Central (Praça Barão do Rio Branco), Loja Taco (Av. Olívia Flores, 686), Mercadótica (Av. Otávio Santos e Av. Frei Benjamin), VCA Construtora (Avenida Olívia Flores); 

  • Poções: Mercadótica (Praça Coronel Raimundo Pereira de Magalhães)

  • Salvador: Lojas South dos shoppings Center Lapa, Salvador, Paralela e da Bahia. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cacau Novaes entrevista Nego Jhá: 'Vem pro cabaré'

Nêgo Jhá é uma banda do interior da Bahia, da cidade de Iguaí, situada no Centro Sul do estado, criada em janeiro de 2018, por Guilherme Santana e Gabriel Almeida, através de u ma simples brincadeira entre amigos, que resultou em um trabalho profissional.  A banda já contabiliza mais de 30 milhões de visualizações no YouTube com suas músicas, entre elas, destaca-se “Cabaré”, música de trabalho gravada por artistas famosos, que compartilharam vídeos, que viralizaram na internet, ouvindo e dançando o hit do momento em todo o Brasil. Até no BBB21 da Rede Globo já tocou a música dos garotos. Foto: Divulgação Confira abaixo a entrevista com os integrantes da Nego Jhá: Cacau Novaes - Como surgiu a ideia de criar Nego Jhá? Como tudo começou?  Nego Jhá -  Através de uma brincadeira entre mim, Guilherme, e meu amigo Gabriel, que toca teclado.  No início não tínhamos em mente de que isso se tornaria algo profissional, pensamos apenas em gravar por diversão e resenha. Cacau Novaes -  É uma dupl

Festival em Morro de São Paulo terá shows de Luiz Caldas, Jau, Cheiro de Amor, entre outras atrações

Após o Carnaval, Morro de São Paulo, Bahia, realiza, entre os dias 15 e 17 de fevereiro, a 7ª edição do Festival de Morro de São Paulo, reunindo grandes atrações para quem quer curtir um dos melhores destinos turísticos do verão brasileiro. Foto: Reprodução Artistas como Luiz Caldas, Jau, Filhos de Jorge, Afrocidade, Cheiro de Amor, Negra Cor e Batifun passarão pelo palco montado na Segunda Praia. De acordo com a organização do evento, será “Um festival comprometido em tornar este evento ainda mais ecologicamente responsável através da neutralização de carbono. Este não é apenas um festival, é uma vibração consciente e inesquecível para fechar o Verão com chave de ouro”.

Morro de São Paulo recebeu artistas e turistas em festival neste fim de semana

Durante o fim de semana, de quinta (15) a sábado (17), Morro de São Paulo realizou a 7ª edição do seu festival em um dos destinos mais procurados por turistas do Brasil e de outros países. Vina Calmon - Cheiro de Amor - Foto: Cacau Novaes O evento aconteceu na Segunda Praia, de forma gratuita, e contou com shows de diversos artistas. No primeiro dia do evento (15), passaram pelo palco Dayane Félix, Afrocidade e Cheiro de Amor. Já na sexta-feira (16), os shows foram de Batifun, Negra Cor e Jau. No último dia (17), somente Degê conseguiu se apresentar, devido às fortes chuvas que caíram na ilha, sendo cancelada a programação, que ainda tinha em sua grade os shows de Luiz Caldas e Filhos de Jorge. Jau - Foto: Divulgação Mesmo com esse imprevisto, o Festival de Morro de São Paulo foi um sucesso, com a presença de um grande público, que também curtiu os atrativos naturais da ilha. Adelmo Casé - Negra Cor - Foto: Divulgação Confiram mais vídeos no Instagram de Cacau Novaes : Ver es

Festival de Morro de São Paulo suspende programação deste sábado (17)

Devido às fortes chuvas que atingem Morro de São Paulo na noite deste sábado (17), o Festival de Morro de São Paulo anunciou a suspensão da programação do dia, visando garantir a segurança do público. Com isso, as apresentações de Luiz Caldas e Filhos de Jorge foram canceladas. Os dias anteriores foram marcados pelo público lotando a Segunda Praia para os shows de Dayane Felix, Afrocidade, Cheiro de Amor, Batifum, Negra Cor e Jau. Hoje, o cantor Degê, fez o show de abertura da noite, antes da suspensão.

Avisa lá: Hoje é aniversário do Olodum

“Avisa lá, que eu vou chegar mais tarde. Oh yeah!Vou me juntar ao Olodum. Que é da AlegriaÉ denominado de vulcão. O estampido ecoouOs quatros cantos do mundo. Em menos de um minuto. Em segundos” Sim, hoje é aniversário do Olodum. São 41 anos de muita luta, trabalho, resistência e criatividade em defesa da igualdade e da cultura na Bahia. Minhas homenagens este ano, vão para o coração do Olodum, que se algum dia parar de bater, o Olodum desaparece, pois é neste espaço onde o vigor e o talento se juntam para compartilhar consciência, alegria e cidadania.  Foto: Divulgação Falo da Banda Reggae Olodum, também conhecida como o Exército do Samba Reggae. Por lá, nesses 41 anos de existência, passaram centenas de percussionistas, dezenas de cantores, bailarinos e Mestres.   É a Banda Olodum que arrasta multidões pelo mundo afora.  É a Banda Olodum com sua batida inconfundível que amplifica nossas dores, nossos amores, nossas vozes, nas vozes dos cantores. Por isto afirmamos com tan