Pular para o conteúdo principal

81 artistas de 15 países participaram do Festival Cultural Internacional de Iguaí

De 08 a 15, aconteceu o 1º FESTIVAL CULTURAL INTERNACIONAL DE IGUAÍ, em edição virtual, reunindo 81 artistas de 3 continentes (ÁFRICA. AMÉRICA e EUROPA) e 15 países (ANGOLA, ARGENTINA, BRASIL, CAMARÕES, CHILE, COLÔMBIA, ESPANHA, ITÁLIA, MÉXICO, PARAGUAI, PORTUGAL, REPÚBLICA DOMINICANA, TOGO, URUGUAI e VENEZUELA).

Wende Bocado (Angola) - Foto: Facebook

Foram 8 dias com diversas atividades artísticas (dança, música e literatura), através de vídeos que foram postados na página Cultura Iguaí no Facebook

Maviael Melo (Brasil) - Foto: Facebook

O evento, que teve a curadoria do poeta e escritor iguaiense Cacau Novaes, aconteceu paralelamente à Festa de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Padroeira Municipal de Iguaí.

Gabriela Ladrón de Guevara (México) - Foto: Facebook

Confira a lista dos artistas participantes e seus respectivos países:

Alberto Malaquias Rivero - Venezuela Rita Queiroz - Brasil Hector Minutillo - Argentina Comunidade Quilombola Lagoinha - Brasil Laura Coronel - Argentina Jaécio Matos - Brasil Miriam Aranzazu Gonzalez - Colômbia Wende Bocado - Angola Danilo Carvalho - Brasil Teresa Ramírez Rodriguez - Uruguai Manuel Brás dos Santos Neto - Brasil Valdeck Almeida de Jesus - Brasil Alejandra Beatriz Chiodi - Argentina Adelson Teles Pinto - Brasil Chary Gumeta - México Braulito Novaes - Brasil Yaneth Álvares - Colômbia Ametista Nunes - Brasil Elisabetta Bagli - Espanha e Itália Jarbas Matos - Brasil Paul Atangana Atangana - Camarões Maria José Castejon Trigo - Espanha Regina Alves - Brasil Lucas Gonçalves Novaes - Brasil Daniel Gomes - Brasil Angélica Maschio - Paraguai e Argentina Ualy Castro Matos Brasil Noemi Medina Jiménez - República Dominicana Aurora Souza - Brasil Ana Lucy Días - Uruguai Cacau Novaes - Brasil Gudiela Paternina - Colômbia Marcelo de Oliveira Souza - Brasil Sophia Sá Barreto - Brasil e Portugal Cecília Rogers - Brasil Gabriela Ladrón de Guevara - México Anani Dodji Sanouvi - Togo Magnus Vieira - Brasil José Antonio Santos - Brasil Delfin Sierra Tejada - Colômbia João Batista - Brasil Marcos Peixe - Brasil Márcio Junior - Brasil Salvador Hernández Martinez - México Nhyin, o Gnomo do Arco-íris - Brasil Teresa Gonzales García Colômbia Vando Silva - Brasil Luis Daniel Schinca - Argentina Michela Zanarella - Itália Alvorecer Santos - Brasil Anasio Silva - Brasil Rosa Emilia del Pilar Alcayaga Toro - Chile Sérgio Javier Roda - Argentina José del Carmén Logatto Alcina - Colômbia Graciela Romero - Argentina José Ignácio Cáceres Serna - Colômbia Priscila Moreira- Brasil Damaris Castro Ospino - Colômbia Carlos Araújo - Brasil Ángel Crux - Colômbia Rosana Paulo - Brasil Chá Rize - Brasil Alejandro Rodelo Caro - Colômbia Ritta Cidhreira - Brasil Lorena Hernández Alejandro - Colômbia Ana Clara Rios - Brasil Malim Ciurcio Brasil João Carlos Novais Pinto - Brasil Paulo Sérgio Dickie de Almeida Kruschewski - Brasil Yangbara - México José Riaza - México Vera Passos - Brasil Alejandra Díaz - Argentina Konny Trujillo - Colômbia Claudia Esperanza Zapata Ramírez - Colômbia Brenda Trujillo - Colômbia Sergio Omar García - Argentina Thais Jardim - Brasil Maviel Melo - Brasil Neill Reyes Anillo - Colômbia Natacha Mell - Argentina

Delfin Sierra Tejada (Colômbia) - Foto: Facebook

Michela Zanarella (Itália) - Foto: Facebook

Vejam este e todos os vídeos do evento em nossa página: Cultura Iguaí

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cacau Novaes entrevista Nego Jhá: 'Vem pro cabaré'

Nêgo Jhá é uma banda do interior da Bahia, da cidade de Iguaí, situada no Centro Sul do estado, criada em janeiro de 2018, por Guilherme Santana e Gabriel Almeida, através de u ma simples brincadeira entre amigos, que resultou em um trabalho profissional.  A banda já contabiliza mais de 30 milhões de visualizações no YouTube com suas músicas, entre elas, destaca-se “Cabaré”, música de trabalho gravada por artistas famosos, que compartilharam vídeos, que viralizaram na internet, ouvindo e dançando o hit do momento em todo o Brasil. Até no BBB21 da Rede Globo já tocou a música dos garotos. Foto: Divulgação Confira abaixo a entrevista com os integrantes da Nego Jhá: Cacau Novaes - Como surgiu a ideia de criar Nego Jhá? Como tudo começou?  Nego Jhá -  Através de uma brincadeira entre mim, Guilherme, e meu amigo Gabriel, que toca teclado.  No início não tínhamos em mente de que isso se tornaria algo profissional, pensamos apenas em gravar por diversão e resenha. Cacau Novaes -  É uma dupl

Festival em Morro de São Paulo terá shows de Luiz Caldas, Jau, Cheiro de Amor, entre outras atrações

Após o Carnaval, Morro de São Paulo, Bahia, realiza, entre os dias 15 e 17 de fevereiro, a 7ª edição do Festival de Morro de São Paulo, reunindo grandes atrações para quem quer curtir um dos melhores destinos turísticos do verão brasileiro. Foto: Reprodução Artistas como Luiz Caldas, Jau, Filhos de Jorge, Afrocidade, Cheiro de Amor, Negra Cor e Batifun passarão pelo palco montado na Segunda Praia. De acordo com a organização do evento, será “Um festival comprometido em tornar este evento ainda mais ecologicamente responsável através da neutralização de carbono. Este não é apenas um festival, é uma vibração consciente e inesquecível para fechar o Verão com chave de ouro”.

Morro de São Paulo recebeu artistas e turistas em festival neste fim de semana

Durante o fim de semana, de quinta (15) a sábado (17), Morro de São Paulo realizou a 7ª edição do seu festival em um dos destinos mais procurados por turistas do Brasil e de outros países. Vina Calmon - Cheiro de Amor - Foto: Cacau Novaes O evento aconteceu na Segunda Praia, de forma gratuita, e contou com shows de diversos artistas. No primeiro dia do evento (15), passaram pelo palco Dayane Félix, Afrocidade e Cheiro de Amor. Já na sexta-feira (16), os shows foram de Batifun, Negra Cor e Jau. No último dia (17), somente Degê conseguiu se apresentar, devido às fortes chuvas que caíram na ilha, sendo cancelada a programação, que ainda tinha em sua grade os shows de Luiz Caldas e Filhos de Jorge. Jau - Foto: Divulgação Mesmo com esse imprevisto, o Festival de Morro de São Paulo foi um sucesso, com a presença de um grande público, que também curtiu os atrativos naturais da ilha. Adelmo Casé - Negra Cor - Foto: Divulgação Confiram mais vídeos no Instagram de Cacau Novaes : Ver es

Festival de Morro de São Paulo suspende programação deste sábado (17)

Devido às fortes chuvas que atingem Morro de São Paulo na noite deste sábado (17), o Festival de Morro de São Paulo anunciou a suspensão da programação do dia, visando garantir a segurança do público. Com isso, as apresentações de Luiz Caldas e Filhos de Jorge foram canceladas. Os dias anteriores foram marcados pelo público lotando a Segunda Praia para os shows de Dayane Felix, Afrocidade, Cheiro de Amor, Batifum, Negra Cor e Jau. Hoje, o cantor Degê, fez o show de abertura da noite, antes da suspensão.

Avisa lá: Hoje é aniversário do Olodum

“Avisa lá, que eu vou chegar mais tarde. Oh yeah!Vou me juntar ao Olodum. Que é da AlegriaÉ denominado de vulcão. O estampido ecoouOs quatros cantos do mundo. Em menos de um minuto. Em segundos” Sim, hoje é aniversário do Olodum. São 41 anos de muita luta, trabalho, resistência e criatividade em defesa da igualdade e da cultura na Bahia. Minhas homenagens este ano, vão para o coração do Olodum, que se algum dia parar de bater, o Olodum desaparece, pois é neste espaço onde o vigor e o talento se juntam para compartilhar consciência, alegria e cidadania.  Foto: Divulgação Falo da Banda Reggae Olodum, também conhecida como o Exército do Samba Reggae. Por lá, nesses 41 anos de existência, passaram centenas de percussionistas, dezenas de cantores, bailarinos e Mestres.   É a Banda Olodum que arrasta multidões pelo mundo afora.  É a Banda Olodum com sua batida inconfundível que amplifica nossas dores, nossos amores, nossas vozes, nas vozes dos cantores. Por isto afirmamos com tan